Filosofia para Todo Mundo

O que Direito Digital faz na grade curricular de Ciência da Computação? Não sei, mas uma hipótese é de que Direito, Computação e Ciência não escapam dos domínios da Filosofia e, como somos descendentes (culturais) dos gregos, nada mais natural que nos ocupemos com isso.

Enquanto estudava sobre copyright, encontrei uma referência a um trabalho de uma revista de filosofia [1]. Li o artigo e, não satisfeito, busquei a revista. Encontrei a “Think – Philosophy for everyone” [2]. Esta revista acadêmica tem uma inclinação muito interessante, ela se propõe a mostrar como filosofia e a vida cotidiana estão entrelaçadas (ao menos, mais do que o leitor espera). “Mas, vida cotidiana de quem?” pergunta o leitor. A julgar pelo preço da revista e pelos quatro artigos dela que li, vida cotidiana de um grupo bastante seleto. Como é difícil definir quem faz parte do grupo, mas é fácil testar se alguém faz parte, vou diretamente à razão que me levou a escrever aqui para divulgar a revista: oferecer-te a oportunidade de descobrir se a revista fala para ti ou não.

Alguns dos artigos da revista são grátis (como em cerveja grátis) à título de amostra. Fiquei muito impressionado com a amostra, qual seja:

Christine Korsgaard, “Personhood, animals, and the law”

T. M. Scanlon, “Responsibility, and the value of choice”

Kit Fine, “Mathematics: discovery or invention?”

Clique nos nomes dos artigos para acessá-los. Na página que abrirá será possível fazer o download de uma cópia em formato PDF. Disponível em língua inglesa apenas.

O trabalho de Kit Fine foi o que mais me agradou. Quando cursei a disciplina de Matemática Discreta, conheci o Paradoxo de Russell, o Projeto Logicista de Frege e os Problemas de Hillbert. “O que é a matemática?” foi uma pergunta que esteve comigo nesse período e que não foi respondida conclusivamente. Ler o trabalho de Kit Fine reascendeu a questão. Entre ciência, matemática, história, filosofia, computação e lógica está a resposta apontada por Fine. O leitor deve ler com os próprios olhos para descobri-la.

Direito Digital é abordado no trabalho de Scanlon, mas de um ponto de vista não usual, já que legislação é desconsiderada em favor de outra abordagem. Neste, a relação de vida cotidiana e filosofia é patente, ao menos para mim, pois entro em contato com contratos de licença de software diariamente e pude me identificar com a situação inicial levantada pelo autor – é oportuno dizer que lidei com mais de uma dezena deles na última semana.

Por último, mas não menos importante, Korsgaard. Senti como se o tivesse escrito diretamente para mim. Vivo na cidade e muito gostaria de não ter contato com animais dentro do ambiente urbano, até onde eu devo ir para concretizar o meu desejo? Korsgaard ajuda a estabelecer uma base para decidir como eu quero interagir com as outras espécies.

A revista vai para a minha fila de compras, talvez em dez anos ela saia de lá – a fila é enorme e a máquina de papel do banco central é devagar. O leitor que quiser conversar sobre a revista ou sobre o conteúdo da amostra gratuita está convidado a colocar seu comentário inteligente e educado abaixo na seção de comentários.


Referências

1. FORCEHIMES, A. T. DOWNLOAD THIS ESSAY: A DEFENCE OF STEALING EBOOKS. Think, v. 12, n. 34, p. 109–115, jun. 2013.
2. Think. Disponível em: <http://journals.cambridge.org/action/displayJournal?jid=THI>. Acesso em: 2 dez. 2014.
3. FINE, K. MATHEMATICS: DISCOVERY OR INVENTION? Think, v. 11, n. 32, p. 11–27, set. 2012.
4. SCANLON, T. M. RESPONSIBILITY AND THE VALUE OF CHOICE. Think, v. 12, n. 33, p. 9–16, mar. 2013.
5. KORSGAARD, C. M. PERSONHOOD, ANIMALS, AND THE LAW. Think, v. 12, n. 34, p. 25–32, jun. 2013.

Licenças e Créditos

Imagem destacada é a capa de uma das edições da publicação mencionada.

CC0 1.0 To the extent possible under law, Anderson N. Nunes has waived all copyright and related or neighboring rights to Filosofia para Todo Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *